Top 5 das cachoeiras mais altas do Brasil!

Faaala galera, tudo beleza? Tá se hidratando bem? Caso não esteja, busca um copão de água beeem gelada que tem tudo a ver com o tema de hoje e vem explorar comigo as cinco cachoeiras mais altas do nosso Brasil!

 

 

Antes de começarmos, é importante lembrar que, além de cachoeiras, também existem cascatas e cataratas e, apesar de serem da mesma “família” e muito parecidas, possuem particularidades bem diferentes entre si. Prontos para um breve resumo de geografia?!

 

 

Cascatas referem-se a uma pequena queda d’água que escorre por uma altura mais elevada, e percorre suavemente pequenos caminhos entre pedras; cachoeiras são locais onde há grandes paredões com a presença de queda de água corrente, em velocidade e volume médios, enquanto cataratas são lugares com grandes proporções e queda d’água, advindas de alturas muito elevadas, com um grande estrondo e velocidade.

 

 

Além de todos os seus recursos naturais e lugares paradisíacos que encantam qualquer pessoa, o Brasil, com toda a sua riqueza, também tem várias delas. Bora pro top 5?!

 

 

5 – Cachoeira Véu de Noiva

 

A cidade de Chapada dos Guimarães, no estado do Mato Grosso, é lar da Cachoeira Véu de Noiva, uma das mais altas cachoeiras do nosso país. Sua última medição, realizada pela Equipe do Projeto Cachoeiras Gigantes em fevereiro de 2016, constatou que essa “pequenininha” mede generosos 257 metros de altura!

Formada pelo Rio Caxipó e composta por 86 metros de queda livre, a cachoeira e seus paredões de arenito compõem uma paisagem espetacular, digna de muitas fotos e lembranças maravilhosas!

Desde 2008, infelizmente, a trilha de acesso à cachoeira encontra-se interditada por tempo indeterminado. Dessa forma, a maneira mais fácil de adentrar no lugar é através do mirante, localizado na entrada principal do Parque da Chapada dos Guimarães. Para chegar até o mesmo, é necessário seguir viagem pela rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251), estrada que liga a cidade de Cuiabá até a Chapada dos Guimarães.

O caminho é muito fácil, composto por trilhas largas, com passarelas de madeira e muita vegetação. Desde a entrada do parque até a cachoeira são apenas 500 metros. Há, ao longo do percurso, muitas placas explicativas, que sinalizam quilometragem e cuidados que devem ser tomados, como não sair da passarela até chegar ao mirante.

O Parque da Chapada dos Guimarães funciona todos os dias, das 9h às 15h; não é obrigatória a presença de um guia, e sua entrada é totalmente gratuita. Há, aos arredores, restaurantes, lojas e banheiro. Um destino perfeito aos aventureiros que buscam paz e tranquilidade durante sua viagem.

 

 

 

4 – Cachoeira da Boa Vista

 

A região do Cânion da Boa Vista, divisa entre São José dos Ausentes-RS e Morro Grande-SC, é palco do nosso quarto lugar, graças aos seus incríveis 289 metros de altura! Para chegar até seu extremo, é necessária uma caminhada de 9 km (ida e volta), através da fazenda do Pontão. É imprescindível a presença de um guia e, se você é do tipo que curte aventuras a cavalo, a pousada Ecológica dos Cânions disponibiliza cavalgadas até o Pontão.

O Cânion da Boa Vista localiza-se a 40 km da cidade de São José dos Ausentes e a 20 km do distrito de Silveira. Todo o percurso é de terra e pedregoso em alguns momentos e, ao chegar na Pousada Ecológica dos Cannyons, uma taxa de R$10,00 é cobrada para a autorização de sua entrada. Possui café, almoço, jantar e hospedagem.

Por possuir um trajeto um pouco mais dificultado e longo, é recomendável a presença de um guia para auxiliar a galera. 🙂

 

 

 

3 – Cachoeira da Fumaça

 

Localizada na região da Chapada Diamantina, entre os municípios de Lençóis e Palmeiras, no estado da Bahia, a cachoeira conta com generosos 340 metros de altura. Não recebe esse nome à toa: quando está com uma menor quantidade de água, a mesma acaba evaporando antes de atingir o solo, graças à sua altura.

Tanto de cima quanto embaixo apresenta uma beleza incrível. Entretanto, caso queira apreciá-la lá das alturas, é bom que os pulmões estejam preparados para o esforço físico. Até seu topo é necessário percorrer 6 km, tanto para ir quanto para voltar, além de muitas subidas no percurso. Ao chegar no topo, o aventureiro será recompensado por uma visão extraordinária de todo o vale.

A entrada no Parque Estadual da Cachoeira da Fumaça é gratuita e não é obrigatória a presença de guias particulares. Entretanto, caso queira contratar um com seus amigos, um valor de R$150,00 até R$190,00 pode ser dividido com a galera. É um lugar incrível para relaxar, repleto de belezas naturais e água cristalina.

 

 

 

2 – Cachoeira do El Dorado

 

Em segundo lugar, a cachoeira do El Dorado é considerada uma das mais altas do país e também do nosso ranking, e localiza-se na Serra do Aracá, no município de Barcelos, estado do Amazonas. Também conhecida como Cachoeira do Aracá, distribui entre suas dimensões aproximados 353 metros de altura, equivalentes a um prédio de 126 andares.

O Parque Estadual Serra do Aracá, (onde fica a cachoeira), possui uma infraestrutura menos favorecida devido à sua localização remota, e chegar até a cachoeira pode ser muito difícil. São poucas as agências de turismo que realizam expedições até a cachoeira, e algumas delas podem cobrar até R$5.000 reais. Para desbravar este presente da natureza, são necessárias 33 horas de viagem de Manaus até Barcelos, equivalentes a 405 km em linha reta ou 655 km por vias fluviais.

Com muita influência histórica da civilização indígena dos Incas, a região é marcada por muitas lendas e histórias. Seu nome significa “o homem dourado”, em espanhol, e remete à antiga cidade indígena de Manoa, repleta de riquezas. Graças ao seu local de dificílimo acesso, a Cachoeiro do El Dorado é extremamente preservada e quase intocada.

 

 

 

1 – Cachoeira da Neblina, RJ

 

Ufa! E aí, cansou?! Depois de tantos quilômetros percorridos e mais de 1.200 metros totais de altura, o topo do nosso pódio de hoje tem origens cariocas e localiza-se no Parque Nacional da Serra dos Órgãos, na cidade de Guapimirim-RJ, e soma exatos 450 metros de altura, equivalentes a 15 Cristos Redentores ou 150 andares!

Apesar de sua beleza natural, infelizmente, assim como a Cachoeira do El Dorado, a gigante carioca localiza-se em local de dificílimo acesso, além de proibido, até mesmo para montanhistas profissionais. Sua área é preservada e a expedição científica-exploratória responsável por suas mensurações foi autorizada pelos órgãos responsáveis.

 

 

 

Cachoeiras são lugares cheios de paz, natureza e tranquilidade, ambiente perfeito aos aventureiros e aventureiras que amam um passeio mais roots e cheios de água. Curtiu? Caso este seja um dos seus próximos destinos, não se esqueça do protetor solar, repelentes e suas roupas de banho. Boa aventura e até a próxima! 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *