Tiro Esportivo: Qual a vantagem do Gás Ram!

Falaaa galera, belezinha com vocês?

Antes de começar a falar sobre as vantagens do gás ram, muitos devem estar se perguntando: “Mas o que é o GÁS RAM (GR)?”.

 

Vamos lá?

 

 

O que é o Gás Ram?

 

O Gás Ram trata-se de um pistão pneumático, formado por um cilindro de aço com Nitrogênio sob pressão, e, uma haste responsável por fazer o mecanismo funcionar.

 

Ao armar a carabina, este haste “entra” no cilindro, gerando uma maior pressão. Ao atirar com a arma, a haste é liberada, o que provoca o disparo da mesma.

 

Por isso, o gás ram não precisa ser recarregado, e nem atira por “explosão” de algum gás(como PCP e CO2 respectivamente).

 

E por que usam o Nitrogênio no pistão de gás ram? Simples, por que o nitrogênio é um gás inerte, que sofre baixíssima variação conforme mudança de temperatura e altitude, o que garante maior uniformidade aos disparos, e a vedação do sistema.

 

Agora que já entendemos o que é o gás ram, afinal, ele é melhor ou pior do que a mola?

 

 

As principais vantagens de usar a Gás Ram e relação a mola convencional são:

 

  • Por ter uma média elevado de disparos que podem variar de 60 até 100 mil tiros, o Gás Ram terá a durabilidade muito maior do que comparado a mola helicoidal;
  • Por ser um sistema de pressão pneumática, o uso do Gás Ram diminui sua vibração;
  • A usabilidade da mola na carabina faz com que o disparo tenha muito mais precisão;
  • O uso da Gás Ram diminui o recuo da arma no momento do tiro (coice);
  • O uso da mola aumenta a facilidade em armar a carabina;
  • As molas Gás Ram não precisam de lubrificação e tem um excelente custo benefício em relação a mola convencional.

 

Enfim, estas são as principais vantagens do uso do Gás Ram. Obviamente que não são verdades absolutas. Alguns pontos podem ter variação dependendo da arma, modelo do GR, peso do GR, e mesmo marca.

 

Mas em linhas gerais, o que se vê na prática é que as armas com gás ram tem sido a preferência dos atiradores, e, quem usa uma vez, não quer mais saber de mola convencional.

 

Então é isso galera!

 

Esperamos que tenham curtido o post de hoje! Qualquer dúvida, crítica ou sugestão é só deixar pra gente nos comentários!

 

Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *