TIPOS DE MUNIÇÃO – LISTA ATUALIZADA COM OS 12 MELHORES

Eai galera, como vocês estão?

 

No blog de hoje nos preparamos um conteúdo super legal sobre os tipos de munição e quais os melhores modelos encontrados no mercado na atualidade!

 

Estão preparados?! Então bora lá!

 

CATEGORIA: TIRO ESPORTIVO

 

Tiro Esportivo é um esporte federado que já tem mais de 200 anos de existência e várias modalidades de competição. Com 154 países filiados, a Federação Internacional de Tiro Esportivo foi criada nos Estados Unidos e tem grande importância para o entendimento e a concepção do que é esse esporte tão importante e conceituado, que é inclusive olímpico.

No tiro esportivo são usados dois modelos de arma, sendo eles: Carabinas de Pressão e Pistolas de Pressão!

As munições utilizadas para essa categoria são os Chumbinhos!

Os chumbinhos existem nos calibres: 4.5mm, 5.5mm, 6.0mm e 6.35mm. O chumbinho tem quatro características principais: Cabeça, Cintura, Saia e Perfil Interno.

Cabeça: é de extrema importância, por ser responsável por transferir velocidade e o peso do chumbinho na forma de choque ao atingir o alvo. É o seu formato que ajuda ou prejudica a aerodinâmica do chumbinho e tem relação direta com a precisão.

Cintura: Os chumbinhos são cinturados, em parte para reduzir a relação peso-comprimento, mas o principal fator é reduzir o atrito no cano enquanto separa a cabeça da saia, permitindo que cada parte desempenhe sua função. A cintura age como uma dobradiça de modo a permitir que a saia se expanda e se acomode melhor ao raiamento do cano.

Saia: É projetada para receber rajada de ar e se expandir de modo a selas a passagem do ar pelo cano. A saia deve ser perfeitamente circular e ter as bordas planas para proporcionar a selagem exigida.

Perfil Interno: É a parte oca dentro do chumbinho. É projetado para absorver o máximo de ar e, assim, expandir a saia. Ao verificar a deformação da saia do chumbinho, é importante também verificar a seção oca quanto a irregularidades, algo que costuma ocorrer quando a espessura da saia não é uniforme.

 

Chumbinho para Curta Distância:

Match ou cabeça chata é um chumbinho para competição. Foi desenvolvido para tiros em alvo de papel, uma vez que seu desempenho é melhor em curta distância, e ao atingir o alvo, abre um orifício circular, que permite a perfeita visualização da pontuação.

 

Chumbinho para Penetração:

Pointed ou cabeça pontuda, é um chumbinho para penetração. Muitos acreditam, que pelo seu formato, ele é mais veloz e preciso. Mas como vamos ver pelo neste nosso estudo, isto nem sempre é verdade.

 

Chumbinho para Destruição:

Hollow Point ou cabeça oca: é um chumbinho para destruição, pois possui alto poder de impacto e expansão. Tem boa precisão. Mas alcance e penetração deixam a desejar.

 

Chumbinho para Velocidade:

Domed ou cabeça arredondada: é um chumbinho “bom para tudo”. É o coringa dos chumbinhos. Eficiente em quase todos os aspectos e para todo tipo de finalidade. Proporciona grande velocidade, longo alcance, excelente precisão, penetração. Só deixa a desejar no quesito expansão.

 

Além dos chumbinhos, temos as Esferas de Aço no calibre 4.5mm.

Esferas de Aço:

Esferas de aço são indicadas especialmente para uso em armas CO2 e pneumáticas simples. Sendo assim, seu uso em qualquer outro tipo de arma não é recomendado. Não é compatível com todos os modelos de pressão, confira se a utilização das esferas de aço

Além disso, esse tipo de munição deve ser utilizado somente em equipamentos que tenham o cano liso, isso porque, ao utilizá-lo em armas com cano raiado, o aço da esfera entra em atrito com o aço do cano, desgastando toda a raiação do cano.

Podem ser utilizadas para treinos de tiro a curta distância e atividades de plinking, que é um tipo de tiro ao alvo em que o tirador utiliza latinhas, garrafas ou outros objetos.

Outro ponto importante é que esse tipo de munição ricocheteia com muita facilidade, sendo assim, certifique-se que não há ninguém por perto no momento dos disparos.

Se você pretende utilizar as esferas de aço, opte por armas spring ou então as carabinas de pressão, que são mais eficientes e não correm risco de serem facilmente danificadas.

 

CATEGORIA: ARQUERIA

 

A Arqueria, conhecida também como Arquearia ou Tiro com Arco e Flecha, é classificada atualmente como esporte olímpico e regulamentada pela Federação Internacional do Tiro com Arco. É um esporte que vêm da prática milenar do disparo com Arco e Flecha, e hoje em dia também engloba as bestas, também conhecidas como balestras.

Esse esporte de aventura envolve muita disciplina e concentração, gerando inúmeros benefícios para quem o pratica. Se você está pensando em começar no esporte, temos também uma série no nosso canal do youtube para iniciantes, vale a pena conferir! Se você já pratica o esporte, temos as melhores dicas e equipamentos selecionados para que você obtenha uma performance excelente!

Dentro da arqueria existem dois modelos, os recurvos e os compostos!

 

Arcos Recurvos/Balestras Recurvas

O que é uma balestra ou arco recurvo? Os Arcos e Balestras recurvos não possuem sistema de roldana, então, são famosos por exigirem um pouco mais de força por parte do atirador para engatilhar.

 

Arcos Compostos/Balestras Compostas

O que é uma balestra ou arco composto? Já os arcos e balestras compostos, possuem um sistema de roldanas (também conhecidas como polias), então, quando você vai engatilhar o equipamento e precisa esticar a corda, as roldanas servem pra aliviar um pouco dessa tensão e proporcionar uma folga quando chega no ponto máximo. Ou seja, uma vez que você já fez o esforço para puxar, não precisa repetir ou manter, graças às roldanas.

 

Qual a diferença entre as flechas e as setas?

A diferença entre a flecha e a seta é que a flecha é usada somente para arcos (recurvos ou compostos) e as setas são usadas somente por balestras/bestas (recurvas ou compostas).

 

Quais os tipos de flecha e seta?

Em qualquer circunstância e de qualquer material, exija flechas/setas de qualidade. Flechas de procedência duvidosa ou de má qualidade podem interferir no seu tiro negativamente, e até mesmo se romperem e causarem acidentes.

Dentro das flechas/setas temos três modelos distintos que atendem diversas necessidades.

O primeiro modelo é a Flecha/Seta de Fibra de Vidro. Se você é iniciante, essa flecha é pra você! Elas têm um custo menor entre todas as opções, e são bem simples de achar. Ela é ideal para iniciantes pois é indicada para arcos com potência menor. Caso você tenha um arco com uma puxada mais forte, ela já não é indicada. Por ser mais frágil, pode rachar, quebrar ou se romper.

O segundo modelo é a Flecha/Seta de Alumínio. Se você começou a praticar de forma mais séria, essa flecha é o ideal! A composição é alumínio de alta densidade e qualidade, e é fabricado de forma bem consistente. Sendo assim, essa flecha será flexível e ao mesmo tempo bem forte. Irá resistir até mesmo a arcos extremamente fortes. Porém elas também requerem um cuidado maior em manutenção e armazenamento. É sempre bom um cuidado constante, evitando arranhões, amassados e oxidação da sua flecha, evitando assim algum acidente ou rompimento.

E por último, mas não menos importante é a Flecha/Seta de Fibra de Carbono. Se você está começando a dar o seu terceiro passo na arqueria, rumo ao profissional e a competições, essa é a flecha certa pra você! A sua composição incrível é toda baseada na tecelagem de espirais de fibra de carbono. Essas flechas são as que possuem o melhor desempenho, durabilidade e flexibilidade. Porém, são também as mais caras.

 

CATEGORIA: AIRSOFT

 

As armas de Airsoft são inspiradas em armas de fogo e são caracterizadas pela portaria 56-Colog como armas de pressão.

Diferentes modelos de Airsoft possuem diferentes mecanismos de disparo, sendo que cada um oferece uma sensação diferente da outra, proporcionando maior ou menor realismo em comparação com as armas de fogo. Por isso, é fundamental avaliar cuidadosamente cada modelo, a fim de fazer a melhor escolha de acordo com seus objetivos.

Existem três tipos principais de arma Airsoft e a diferença fundamental entre eles se dá em relação ao sistema de propulsão, à responsividade e à quantidade de projéteis que podem ser disparados a cada acionamento do gatilho. Conheça mais sobre cada um deles:

 

Armas de Airsoft Spring

As armas spring possuem ação por mola, com engatilhamento manual, tiro a tiro, ou seja, é necessário engatilhar toda vez que for atirar. Quando acionada, a mola se comprime e no momento no disparo, essa mola é liberada e comprime o ar que está no cilindro. Se você busca por uma arma mais leve e menor, para lazer ou backup, invista em um modelo spring.

 

Armas de Airsoft elétricas

Todos os tipos de arma possuem acionamento elétrico. As pistolas são chamadas de AEP (Airsoft Electric Pistol) e as outras armas elétricas são AEG (Airsoft Electric Gun). Elas fazem uso de uma bateria para realizar o funcionamento interno. Essas armas possuem de um a dois modos de disparo, podendo ser automáticos ou semi-automáticos. Geralmente também dispõe da opção de “safe”, que é a trava de segurança. As Airsofts Elétricas ou AEGs são perfeitas pra você que procura rapidez, robustez e potência.

 

Armas de Airsoft a gás

Por fim, os modelos a gás, são armas com funcionamento por gás, podendo ser Green Gás (gás propano) ou CO2. Elas funcionam através de um reservatório de gás, que pode ser por um cilindro isolado removível (no caso do CO2) ou por uma válvula onde se coloca o gás propano. O funcionamento acontece por meio de uma propulsão gerada pela liberação do gás. Alguns modelos oferecem o “blow back”, por isso, são chamadas de GBB (GasBlowBack). Nesses modelos, o disparo gera um recuo, então será bem realista.

 

A munição utilizada no Airsoft é a BB. Pode também ser conhecida como esfera plástica, bolinha plástica ou o nome que dá a sigla: ball bearing. Esse tipo de projétil tem calibre de 6mm e é padrão para equipamentos de Airsoft no Brasil.

 

BB’s de 0.12g: Essas BB’s são bem comuns no mercado brasileiro e podem ser uma boa escolha se você tem Pistola Spring ou mesmo um Rifle de baixa potência (abaixo de 250 FPS). Elas são bem levinhas, por isso podem sofrer alteração de acordo com o vento durante o trajeto. O uso mais comum é em pistolas e revólveres!

BB’s de 0.20g: A gramatura de 0.20g é a mais comum na atualidade do Airsoft. Operadores com pistola, rifle, shotgun, utilizam essa gramatura. É ideal para potências de 200FPS e 320FPS. São muito utilizadas também para execução de teste de velocidade, por serem mais padrão. Elas não são extremamente precisas, mas aumentam a exatidão no alvo dependendo da sua Airsoft.

BB’s de 0.25g: Essa é a gramatura preferida dos operadores um pouco mais experientes na prática do Airsoft. Isso, porque são um pouco mais pesadas do que as BB’s de 0.20g, mas ao mesmo tempo proporcionam melhor precisão e impacto. Elas são indicadas para armas que possuem FPS entre 320 e 400. Essas esferas vão te proporcionar uma precisão legal, porque não tem tanta oscilação no vento.

BB’s acima de 0.30g: Gramaturas de 0.30g, 0.40g e 0.50g são extremamente indicadas para Snipers e atiradores de longa distância e são de altíssima precisão. Por serem tão pesadas, não sofrem interferência do vento e são indicadas pra Snipers, com armas que tem potência acima de 400FPS.

 

Esse foi o nosso blog de hoje… Esperamos que tenha gostado. Qualquer dúvida, crítica ou sugestão, deixe pra gente aqui nos comentários, teremos o prazer de ajudar!

 

Até a próxima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *