QUAL O PICO MAIS ALTO DO BRASIL? LISTA COM OS MAIORES!

Fala galera, tudo certo por aí?! Antes de começarmos, tenho uma pergunta importante! Você é team escalada em grandes alturas ou team dos que preferem aventuras mais “baixinhas”? Independente da sua escolha precisamos ressaltar que nosso Brasil está cheio de belezas naturais com paisagens paradisíacas e, mesmo que não seja dotado de altitudes elevadas, possui suas montanhas e picos que destacam-se por suas alturas.

 

 

Quer descobrir qual o pico mais alto do Brasil e embarcar nessa aventura? Então acesse o post e confira a lista do blog da Venture com os maiores!

 

 

Clique aqui para conferir equipamentos super especiais para Camping e Aventura!

 

 

5 – Pedra da Mina

 

Localizada no complexo da Serra Fina, em Minas Gerais, a Pedra da Mina distribui-se em impressionantes 2.798 metros de altura! Foi pela primeira vez medida no ano de 1952, porém somente nos anos 2000 obteve uma nova aferição, realizada por medidores mais precisos. Para escalar o pico, será necessário muito fôlego e hidratação, pois apresenta escassez de água e muito frio, devido ao seu terreno acidentado com desnível acumulado de 1.400m. 

A ascensão à Pedra da Mina pode ser muito árdua e difícil até mesmo para os trekkers profissionais. Afinal, é necessário sangue de aventureiro nas veias para escalar quase 3 mil metros de altura! No coração da Serra da Mantiqueira, entre o Parque Nacional do Itatiaia e Marins-Itaguaré, a Pedra da Mina disponibiliza serviços de hospedagem com café da manhã, almoço e jantar, além de equipamentos de segurança, barracas e rastreamento via satélite. Ah, e você também pode contratar um guia local caso seja de seu interesse! 🙂 

 

 

4 – Pico do Calçado

 

Mais uma vez o Estado de Minas Gerais nos surpreende com seus lugares encantadores! Dessa vez, a cidade de Alto Caparaó-MG e Ibitirama-ES dividem o 4º pico mais alto do Brasil. Este distribui-se por incríveis 2.849 metros de altitude, sendo extra-oficialmente considerado o segundo pico mais alto dos Estados de Minas Gerais e Espírito Santo.

Os aventureiros que conseguirem escalar seus mais de dois mil metros de altura serão contemplados por uma vista incrível e paradisíaca de áreas simultaneamente presentes em dois territórios brasileiros.

 

3 – Pico da Bandeira

 

Com 2.892 metros de altura, o Pico da Bandeira situa-se no Parque Nacional do Caparaó, em Minas Gerais. Para admirar o “gigantinho”, o aventureiro ou a aventureira poderá optar por um pacote local de excursão ou escolher meios de transporte como aviões, ônibus ou carro. Quando chegar ao destino, não se esqueça de ter uma alimentação reforçada antes de começar a trilha, pois serão aproximadamente 10 horas de caminhada!

É aconselhável que a trilha até o pico seja feita entre os meses de abril e outubro, pois nessa época a probabilidade de chuva é reduzida. Durante o inverno, o frio pode ser congelante, e os termômetros beiram temperaturas que vão abaixo de 0ºC. O Parque do Caparaó funciona entre 7h da manhã até 18h da tarde e está liberado acampar lá dentro (desde que a reserva seja feita antecipadamente). Os ingressos estão disponíveis no site do ICMBio, e até o momento nenhuma taxa é cobrada para visitar o parque.

 

 

2 – Pico 31 de Março

 

Também conhecido como Pico Phelps, é “vizinho” do pico mais alto do país, separados por apenas 700 metros de distância. Pertencente a Serra do Imeri, pesquisas realizadas em 2016 pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), afirmam que seu ponto culminante encontra-se há 2.974,18 metros do solo.

O pico apresenta uma forma mais arredondada e suave, e para adentrá-lo será necessária uma autorização do ICMBio, visto que possui uma localização de difícil acesso. 

 

 

1 – Pico da Neblina

 

Depois de muita caminhada e muitos metros de altura, finalmente chegamos ao topo do nosso top 5! Mundialmente conhecido, o ponto mais alto do Brasil possui surpreendentes 2.995,30 metros de altitude em relação ao nível do mar, segundo dados do IBGE de 2015. Recebe o nome de “Pico da Neblina” porque na maior parte do tempo seu topo é coberto por neblina, graças à sua altitude. 

Está situado no norte do Estado do Amazonas, na Serra do Imeri, e além de ser o pico mais alto do país, também é o maior da América do Sul a leste dos Andes. Divide a fronteira por onde passa a Venezuela com seu já citado vizinho, o Pico 31 de Março.

Há alguns anos foi criado um projeto para que os índios Yanomami, tribo habitante do local, pudessem conduzir turistas ao mais alto local do Brasil. Teve seu Plano de Visitação aprovado pelo ICMbio em maio de 2018, e atualmente aguarda aprovação da Funai para que possa ser regulamentado.

Sua descoberta data do ano de 1950, quando ao sobrevoar o Estado do Amazonas durante um dia ensolarado, o comandante Mário Jucá mediu o local com o altímetro da sua aeronave, já que até então não haviam instrumentos mais precisos de medição, como o GPS. 

Ao longo do território pode-se encontrar plantas de grande porte e uma vegetação fechada. Sua localização é propícia a muita chuva. No entanto, como essas nuvens não ultrapassam os 1000 metros de altura, são incapazes de atingir o topo do pico. 

 

 

E aí, vai encarar esses “pequenininhos”? Independentemente de sua escolha e da época do ano que irá realizá-la, locais de grandes altitudes costumam fazer muito frio, e, como nosso país possui níveis consideravelmente baixos em relação ao nível do mar, nosso corpo não está habituado a lugares mais elevados, podendo desequilibrar alguns hormônios essenciais à nossa estabilidade (confira no Post – 5 Efeitos da adrenalina no corpo que você ainda não conhecia).

 

Sendo assim, alguns itens são indispensáveis para garantir seu bem-estar durante a aventura! Siga como base a listinha abaixo de objetos que não podem faltar na sua mochila, como:

Capa de chuva;

Moletom ou casaco corta-vento; 

Luvas e cobertores;

Óculos de sol e protetor solar;

– Calçados confortáveis que auxiliem na caminhada, como botas macias (Post – Botas para fazer trilhas por até R$500,00);

– Kit de primeiros socorros e remédios para dor muscular e de cabeça;

Lanterna e câmera para registrar muitos momentos.

 

 

Curtiu? Deixa nos comentários qual foi o pico mais alto que você já escalou. Suas experiências com a natureza são muito válidas pra gente! 😉 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *