Dicas de Manutenção para Carabinas PCP

Fala galera, beleza? Hoje é dia de mais uma dica do especialista Nelson L. De Faria. Hoje ele vai falar sobre manutenção de Carabinas PCP. Vamos lá?

A maior parte das armas de pressão PCP nunca precisam de lubrificação interna, a menos que sejam desmontadas para reparos ou alguma modificação.

As partes críticas são a válvula e os adaptadores que vedam o cilindro ou garrafa de ar à arma.

A válvula precisa ser mantida limpa e precisa de uma gota de óleo a cada seis meses, não mais do que isso.

Antes de lubrificar a válvula, verifique se não há poeira ou resíduo de qualquer natureza, e se possível limpe com sopro de ar comprimido.

Os anéis retentores tipo ‘O-ring’ do conector que liga o tanque de ar à arma para enchimento também precisam ser lubrificados. Nesse caso a principal função é prevenir ressecamento e ajudar na vedação.

Para esses casos, óleo à base de silicone é o mais indicado. Óleo à base de petróleo danifica os O-rings.

Cano da PCP

Armas PCP operam com ar pré-comprimido no cilindro e ao ser liberado, o ar resfria muito e isso pode causar ferrugem ao interior do cano. Por isso é recomendado utilizar chumbinhos lubrificados ou sempre passar um algodão levemente umedecido com óleo mineral pelo cano.

Coronhas

As coronhas das armas de pressão se resumem aos materiais madeira e polímero.

No caso das coronhas de madeira, quando são envernizadas, elas apresentam propriedade de impermeabilidade. Isso a protege contra a água e a umidade. Porém é recomendável, caso a arma tenha sido usada sob chuva, verificar sob a soleira, entre as partes metálicas na madeira quanto ao acúmulo de água.

Quando as coronhas têm acabamento oleado ou qualquer outro diferente do verniz, recomenda-se usar cera para madeira para manter o seu aspecto e preservar contra manchas causadas pela umidade. Para isso, basta usar qualquer tipo de cera para móveis.

Hoje em dia, é muito comum as armas serem equipadas com coronhas sintéticas. Nesse caso, não se deve utilizar álcool ou solvente para fazer a limpeza. Esses produtos podem causar manchas ou danificar a coronha.

Para remover sujeira, basta usar água e sabão neutro e para dar brilho, passar muito pouco óleo mineral. E atenção: sempre removendo o excesso com papel toalha. Isso não se aplica somente à coronha, mas a todas as demais partes de polímero que a arma tenha.

E aí, gostou da dica de manutenção do especialista? Qualquer dúvida ou sugestão deixa pra gente nos comentários! Até a próxima 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *