Conheça os 6 esportes mais perigosos do mundo

Fala galera! Tudo bem com vocês?

 

Tem muita gente que adora adrenalina, afinal, a vida sem um pouco de aventura não tem graça, não é mesmo?

 

Muitos dizem que praticar esportes radicais é uma forma de se sentir vivo, mas existem algumas pessoas que parecem não ter limites quando o assunto é adrenalina.

 

Hoje nós estamos em clima de aventura, e separamos alguns esportes que são um ótimo exemplo de como “desafiar a vida”. Prontos para conhecer um pouco mais sobre os esportes mais perigosos do mundo?

 

Então vem com a gente!

 

Wing Walking

 

 

Se tanta gente fica apavorada só de pensar em andar de avião, andar sobre a asa do avião durante o voo pode parecer coisa de gente louca, não é mesmo?

 

Mas para os praticantes do Wing Walking, isso é super normal!

 

Claro que não é qualquer um que se atreve a praticar esse tipo de esporte, até porque a modalidade é uma verdadeira apresentação.

 

Eles usam um modelo biplano, produzido especialmente para acrobacias. Os praticantes ficam sobre a asa do avião com a ajuda de suportes e um paraquedas, que geralmente é utilizado só nos últimos instantes.

 

Os wingwalkers realizam acrobacias, plantam bananeira, passam de um avião para o outro, e muitas vezes, alguns decidem passar do avião para um carro, trem ou até mesmo um barco.

 

Base Jump

 

 

Essa modalidade já é um pouco mais conhecida. Com certeza você já deve ter visto algum vídeo onde pessoas saltam de penhascos, prédios, antenas ou pontes. Esse é o Base Jump!

 

Para praticar o esporte, são necessários um container, a mochila e um velame. Além disso, o base-jumper deve fazer uso de um paraquedas apropriado para aberturas em baixa altitude.

 

Os saltos do Base Jump são bem rápidos, e todos devem ser realizados a partir de algo físico no solo, como um prédio, uma antena ou montanha.

 

É essencial que o praticante conheça muito bem o equipamento usado e as técnicas da modalidade, porque os saltos são curtos, e qualquer descuido pode ser fatal.

 

SkySurf

 

 

Uma das principais características que diferem essa modalidade, é que seus praticantes tem a oportunidade de usar a criatividade.

 

SkySurf é uma modalidade do paraquedismo que é praticada em queda livre!

 

Os atletas pulam do avião e, literalmente, surfam no céu ao longo da decida e mostram suas habilidades artísticas, ao mesmo tempo.

 

Esse é um esporte um pouco mais restrito, pois o praticante deve, obrigatoriamente, ter realizado mais de 200 saltos tradicionais com experiência comprovada, porque todos os movimentos exigem muita autonomia e experiência.

 

Street Luge

 

 

Esse esporte foi inventado por skatistas americanos que, ao deitar-se sobre os skates, perceberam que atingiam maior velocidade na descida das ladeiras.

 

Depois de alguns anos, a modalidade ganhou novas técnicas e muito mais adrenalina, e hoje permitem que os atletas ultrapassem os 100 km/h em pranchas sobre rodas.

 

Com o passar dos anos, a modalidade ganhou novas técnicas, com muito mais adrenalina, permitindo aos atletas ultrapassar os 100 km/h em pranchas especiais sobre rodas.

 

Slackline Highline

 

 

O Highline é uma das vertentes mais desafiadoras e perigosas do Slackline!

 

Surgiu quando os praticantes de Slackline começaram a estender suas cordas em lugares cada vez mais altos, com influência dos artistas de corda bamba.

 

O esporte consiste em se equilibrar em uma fita, ancorada a mais de 10 metros de altura, e normalmente é praticado entre formações rochosas, cânions e prédios.

 

Como a fita é ancorada em lugares muito altos, os riscos aumentam muito e os praticantes precisam fazer uso de equipamentos de segurança e receber treinamentos.

 

Big Wave Surf

 

 

O Surf já é um esporte muito perigoso, mas para surfar ondas gigantes precisa ser realmente corajoso.

 

Esse é um esporte onde os surfistas experientes surfam ondas de pelo menos 6 m de altura, em pranchas de surf conhecidas como “armas” ou rebocadores. O tamanho da prancha varia de acordo com o tamanho da onda e da técnica usada pelo praticante.

 

Quando uma onda grande quebra, ela é capaz de empurrar um surfista para baixo a uma distância de 6 a 15 metros.  A pressão da água a essa profundidade pode ser forte o suficiente para romper os tímpanos do atleta.

 

E quando param de girar, eles precisam recuperar o equilíbrio rapidamente e descobrir qual é o caminho, por isso os praticantes devem estar preparados para lidar com essas situações.

 

E aí, teria coragem de praticar alguns desses esportes?

 

Se você gosta de adrenalina, deve dar atenção a sua segurança, e a VentureShop tem tudo o que você precisa! É só clicar aqui e conferir!

 

Esperamos que tenham gostado do post de hoje! Lembrando que se houverem dúvidas, sugestões ou críticas, é só deixar nos comentários!

 

Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *