5 Curiosidades Sobre Tiro Esportivo

Fala galera! Beleza? Voltamos à falar sobre Tiro Esportivo aqui no Blog, e no post de hoje, vamos falar sobre algumas curiosidades sobre o nosso adorado e subjugado esporte que você possivelmente não sabia. Vamos lá?

 

  1. A primeira Carabina de Pressão surgiu por volta do ano de 1780.

Isso você provavelmente já sabia, pois fizemos um post aqui no nosso blog sobre a história do Tiro Esportivo. O fuzil de ar comprimido Girandoni foi a primeira carabina a ar de que se tem registro, e vinha com uma bomba para enchimento!

 

  1. A primeira medalha de ouro brasileira em uma olimpíada foi no Tiro Esportivo.

Isso mesmo! Guilherme Paraense, em 3 de agosto de 1920, venceu a prova de pistola rápida, sendo o nobre conquistador da primeira medalha brasileira em olimpíadas da história! Guilherme foi militar integrante do exército, com patente de tenente e atleta do Fluminense.

 

  1. As Carabinas de Pressão que conhecemos, chegaram ao Brasil por volta de 1980. Porém, na gringa, o sucesso começou há mais de um século!  

Uma das primeiras fabricantes de espingardas de pressão dos Estados Unidos, a Daisy, nasceu um 1870 e já começou sua fabricação em massa nos anos 1880! A Daisy segue fabricando carabinas de alta qualidade até os dias de hoje.

 

  1. Especula-se que carabinas de pressão de calibre 5.5mm foram usadas em guerras.

Trata-se de especulação pois as informações ainda se encontram em sigilo, porém, durante a segunda grande guerra, a fabricante Crosman recebeu uma encomenda de cerca de 2.000 carabinas de pressão da O.S.S., o departamento americano de estratégias da época. Essa encomenda ocorreu durante o período da segunda grande guerra, de 1939 a 1945.

 

  1. Nas Olimpíadas de 1900, usaram-se pombos vivos como alvos.

Foi somente em uma Olimpíada, mas já foi o suficiente para causar alvoroço. Não demorou muito para serem trocados pelos alvos fixos que temos hoje.

 

E aí? Gostou das nossas curiosidades? Qualquer dúvida, crítica ou sugestão, deixa pra gente nos comentários. Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *